Caminhada outubro rosa

0

Chamar a atenção para a prevenção. Foi com este objetivo que a Secretaria Municipal de Saúde de Vigia de Nazaré, promoveu a Caminhada Outubro Rosa, na tarde desta quarta-feira (18/10). A ação ocorreu para marcar o mês dedicado à luta contra o câncer de mama e que neste ano tem como foco a saúde integral da mulher. A campanha tem como objetivo principal a captação do maior número possível de mulheres principalmente na faixa etária prioritária com a finalidade de se realizar a prevenção e detecção precoce do câncer de mama e colo do útero, pois só assim conseguiremos a sensibilização das mulheres com relação à doença, um diagnóstico precoce e um aumento nas chances de cura da paciente.

O câncer de mama no Brasil e no mundo

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), o câncer de mama é o tipo mais comum entre as mulheres e também o mais letal, sendo a segunda principal causa de morte na América Latina. A nível mundial, entre todos os tipos de câncer, o de mama é o que mais mata mulheres na faixa dos 20 aos 59 anos. A doença também atinge homens, mas a incidência representa 1% do total.

O Instituto Nacional de Câncer (Inca) estimou 57.960 novos casos de câncer de mama no Brasil em 2017. Somente no DF, a previsão é de 1.020 novos casos.

A indicação do Ministério da Saúde é que o exame seja feito a cada dois anos pelas mulheres com 50 anos ou mais – grupo considerado prioritário. De acordo com o ministério, no ano passado foram realizadas 4,1 milhões de mamografias em toda a rede pública do país. Somente na faixa prioritária, foram 2,5 milhões de exames.

Prevenção

A observação do próprio corpo e o acompanhamento ginecológico de rotina são imprescindíveis para a identificação de um possível câncer de mama. Para evitar que ele apareça, o médico recomenda uma vida saudável, mas destaca que é impossível garantir imunidade.

Alimentar-se de forma balanceada, consumir preferencialmente produtos orgânicos – livres de agrotóxicos – fugir da obesidade e praticar exercícios podem ajudar a afastar o câncer de mama e outros tipos de doença.

O fator genético representa 10% de chance do desenvolvimento da doença, mas não é determinante. “A atividade física também ajuda o câncer a não voltar, porque os radicais livres protegem o organismo contra células invasoras.”

Desta forma esta campanha é relevante para que mais pessoas tenham conhecimento sobre o câncer de mama e com os cuidados devidos possam evitar o descobrimento tardio desta doença.

Fotos: Messias Costa

Compartilhar:

Os comentários estão fechados.


Acessibilidade
Acessibilidade